Utilizamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços, fornecer-lhe um acesso mais rápido aos mesmos e personalizá-los através da análise dos seus hábitos de navegação. Ao continuar a navegar, concorda com a sua utilização. Para mais informações, consulte a nossa política de cookies.

x

SÓCIO-SANITÁRIO

Os centros de cuidados de saúde requerem umas condições higiénico-sanitárias ótimas nas suas instalações para garantir a máxima qualidade e segurança sanitárias, além de assegurar o cumprimento de uma legislação muito exigente nestes serviços.
Na Aqualogy criamos soluções e tecnologias para a gestão integrada

dos recursos hídricos, das instalações de água e dos equipamentos de climatização nos centros de cuidados de saúde, garantindo por outro lado a sua eficiência e o controlo nos consumos.

Inovação nos processos e uma perspetiva de sustentabilidade estão presentes em todos os projetos de melhoria das instalações hídricas e de climatização em que participa a Aqualogy, que abrangem as seguintes áreas:

  • Segurança ambiental e sanitária: vigilância ambiental, potabilização, tratamento e biossegurança.
  • Otimização de infraestruturas relacionadas com a água e o ar: manutenção de redes, fornecimento de materiais, tecnologia e sistemas.
  • Redução dos consumos de água e energia: eficiência de redes, reutilização, eficiência energética e otimização do consumo de água.
  • Garantia do abastecimento do recurso hídrico: plano diretor de infraestruturas, planos de contingência e sistemas de armazenamento.
  • Gestão de pessoas e do conhecimento.
SERVIÇO INTEGRADO DE CONTROLO DE QUALIDADE DAS INSTALAÇÕES DE ORGANISMO PÚBLICO DE SAÚDE

SERVIÇO INTEGRADO DE CONTROLO DE QUALIDADE DAS INSTALAÇÕES DE ORGANISMO PÚBLICO DE SAÚDE

A Aqualogy realiza os controlos da qualidade das águas, o controlo da qualidade do ar, o controlo de águas de hemodiálise, a prevenção de legionela em instalações, a manutenção de estações de tratamento de águas, a desinfeção de instalações hídricas e de climatização, o controlo de pragas, etc.

SERVIÇO DE LIMPEZA E DESINFEÇÃO DA INSTALAÇÃO DE ÁGUA SANITÁRIA PARA HOSPITAIS

SERVIÇO DE LIMPEZA E DESINFEÇÃO DA INSTALAÇÃO DE ÁGUA SANITÁRIA PARA HOSPITAIS

A Aqualogy realiza a limpeza e desinfeção de instalações de água fria sanitária incluindo os depósitos/acumuladores e as redes contra incêndios. Além do mais, limpam-se e desinfetam-se as instalações de água quente, incluindo os depósitos e acumuladores de calor.
O serviço oferecido pela Aqualogy inclui a amostragem de qualidade da água e auditorias de controlo dos sistemas de manutenção e registo. Além disso, é levado a cabo o controlo analítico em amostras de água.

SERVIÇO DE BIOSSEGURANÇA INTEGRADA

As instalações hídricas e de climatização dos centros de cuidados de saúde contêm pontos críticos suscetíveis de serem elementos de risco para a saúde pública.

A implementação de um plano de biossegurança integrada num centro hospitalar permite-nos manter um nível ótimo de garantia de segurança biológica, assim como assegurar o cumprimento das normas legais e outras diretrizes ou protocolos de boas práticas, tanto para uma correta manutenção das instalações como para um adequado plano de vigilância e controlo da qualidade da água e do ar.

As ações preventivas destinadas a diminuir ou controlar infeções nosocomiais ou outro tipo de contaminações ambientais são outro dos objetivos contemplados no nosso plano de biossegurança integrada.

CAI (CONTROLO AMBIENTAL INTERIOR)

A qualidade do ar interior é um dos principais riscos para a saúde identificados pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Hoje em dia, os habitantes das cidades mais industrializadas ou desenvolvidas passam 60% a 80% do seu tempo em espaços fechados, pelo que uma má qualidade do ar interior pode afetar seriamente as pessoas.

A legislação atual a esse respeito especifica os trabalhos de manutenção, revisões e inspeções, assim como as medições e controlo da qualidade, tanto de parâmetros físico-químicos como microbiológicos, que é necessário realizar para melhorar a qualidade do ar interior e manter os espaços fechados em condições não prejudiciais para a saúde das pessoas.

VALIDAÇÃO DE BLOCOS OPERATÓRIOS

Em áreas cirúrgicas é fundamental a manutenção de uma ótima qualidade ambiental, com vista a manter sob controlo as infeções nosocomiais.

A Aqualogy realiza, há mais de 10 anos, controlos ambientais em salas limpas: blocos operatórios, salas brancas da indústria farmacêutica, etc. Estes controlos efetuam-se analisando a contaminação microbiológica (micro-organismos aeróbios e fungos patogénicos) e contagens de partículas. Recentemente, foi publicada a norma UNE 171340, de "validação e qualificação de salas de ambiente controlado em hospitais", que estabelece os controlos ambientais a realizar nas salas de ambiente controlado que se encontram em centros de cuidados de saúde. Estes controlos são basicamente os que temos vindo a realizar em blocos operatórios mais alguma determinação adicional.

GESTÃO INTEGRADA DA ÁGUA PARA DIÁLISE

A água potável, empregada para consumo humano, não cumpre os requisitos mínimos de qualidade exigidos na hemodiálise atualmente, e não serve, por conseguinte, par ao fabrico de líquido de diálise, pelo que é necessário purificá-la.

Para isso, é preciso dispor de uma estação de tratamento de água. O tratamento adequado da água para hemodiálise inclui várias etapas que podem definir-se como: preparação, pré-tratamento, tratamento e distribuição. A Aqualogy dispõe do pessoal e do conhecimento suficientes e comprovados na gestão integrada das estações de tratamento de água para diálise, assim como no controlo de qualidade das águas destinadas ao serviço de nefrologia dos hospitais, cumprindo sempre estritamente as normas de qualidade e a legislação atuais.

A PREVENÇÃO DA LEGIONELA

Os centros de cuidados de saúde dispõem de instalações de risco suscetíveis de proliferação de legionela. Neste sentido, as torres de refrigeração, os condensadores evaporativos e as instalações de água quente sanitária, todas catalogadas como sendo de alto risco segundo o Real Decreto 865/2003, requerem trabalhos de manutenção, revisões do estado de conservação, limpezas e desinfeções adequadas segundo a norma vigente.

A norma atual especifica pormenorizadamente os trabalhos a realizar assim como as frequências para cada um deles, assim como todos os aspetos relacionados com o fornecimento de biocidas ou outros produtos químicos.

SERVIÇO DE BIOSSEGURANÇA INTEGRADA

SERVIÇO DE BIOSSEGURANÇA INTEGRADA

As instalações hídricas e de climatização dos centros de cuidados de saúde contêm pontos críticos suscetíveis de serem elementos de risco para a saúde pública.

A implementação de um plano de biossegurança integrada num centro hospitalar permite-nos manter um nível ótimo de garantia de segurança biológica, assim como assegurar o cumprimento das normas legais e outras diretrizes ou protocolos de boas práticas, tanto para uma correta manutenção das instalações como para um adequado plano de vigilância e controlo da qualidade da água e do ar. As ações preventivas destinadas a diminuir ou controlar infeções nosocomiais ou outro tipo de contaminações ambientais são outro dos objetivos contemplados no nosso plano de biossegurança integrada.

CAI (CONTROLO AMBIENTAL INTERIOR)

CAI (CONTROLO AMBIENTAL INTERIOR)

A qualidade do ar interior é um dos principais riscos para a saúde identificados pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Hoje em dia, os habitantes das cidades mais industrializadas ou desenvolvidas passam 60% a 80% do seu tempo em espaços fechados, pelo que uma má qualidade do ar interior pode afetar seriamente as pessoas.

A legislação atual a esse respeito especifica os trabalhos de manutenção, revisões e inspeções, assim como as medições e controlo da qualidade, tanto de parâmetros físico-químicos como microbiológicos, que é necessário realizar para melhorar a qualidade do ar interior e manter os espaços fechados em condições não prejudiciais para a saúde das pessoas.

VALIDAÇÃO DE BLOCOS OPERATÓRIOS

VALIDAÇÃO DE BLOCOS OPERATÓRIOS

Em áreas cirúrgicas é fundamental a manutenção de uma ótima qualidade ambiental, com vista a manter sob controlo as infeções nosocomiais.

A Aqualogy realiza, há mais de 10 anos, controlos ambientais em salas limpas: blocos operatórios, salas brancas da indústria farmacêutica, etc. Estes controlos efetuam-se analisando a contaminação microbiológica (micro-organismos aeróbios e fungos patogénicos) e contagens de partículas. Recentemente, foi publicada a norma UNE 171340, de "validação e qualificação de salas de ambiente controlado em hospitais", que estabelece os controlos ambientais a realizar nas salas de ambiente controlado que se encontram em centros de cuidados de saúde. Estes controlos são basicamente os que temos vindo a realizar em blocos operatórios mais alguma determinação adicional.

GESTÃO INTEGRADA DA ÁGUA PARA DIÁLISE

GESTÃO INTEGRADA DA ÁGUA PARA DIÁLISE

A água potável, empregada para consumo humano, não cumpre os requisitos mínimos de qualidade exigidos na hemodiálise atualmente, e não serve, por conseguinte, para o fabrico de líquido de diálise, pelo que é necessário purificá-la.

Para isso, é preciso dispor de uma estação de tratamento de água. O tratamento adequado da água para hemodiálise inclui várias etapas que podem definir-se como: preparação, pré-tratamento, tratamento e distribuição. A Aqualogy dispõe do pessoal e do conhecimento suficientes e comprovados na gestão integrada das estações de tratamento de água para diálise, assim como no controlo de qualidade das águas destinadas ao serviço de nefrologia dos hospitais, cumprindo sempre estritamente as normas de qualidade e a legislação atuais.

A PREVENÇÃO DA LEGIONELA

A PREVENÇÃO DA LEGIONELA

Os centros de cuidados de saúde dispõem de instalações de risco suscetíveis de proliferação de legionela. Neste sentido, as torres de refrigeração, os condensadores evaporativos e as instalações de água quente sanitária, todas catalogadas como sendo de alto risco segundo o Real Decreto 865/2003, requerem trabalhos de manutenção, revisões do estado de conservação, limpezas e desinfeções adequados segundo a norma vigente.

A norma atual especifica pormenorizadamente os trabalhos a realizar assim como as frequências para cada um deles, assim como todos os aspectos relacionados com o fornecimento de biocidas ou outros produtos químicos.