Utilizamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços, fornecer-lhe um acesso mais rápido aos mesmos e personalizá-los através da análise dos seus hábitos de navegação. Ao continuar a navegar, concorda com a sua utilização. Para mais informações, consulte a nossa política de cookies.

x

AIRCUD



AIRCUD (Aqualogy International Research Center for Urban Drainage), o centro internacional de investigação da Aqualogy para a drenagem urbana, conta com uma equipa de experiência reconhecida em projetos nacionais e internacionais de I+D+i.

A atividade do centro é efetuada em colaboração com o Instituto Flumen da Universidade Politécnica da Catalaunha e o Grupo de Engenharia da Água da Universidade da Corunha.

A equipa de investigação conta com uma vasta experiência e conhecimento, reconhecidos internacionalmente, em projetos relacionados com drenagem urbana tanto a nível nacional como internacional, e são inúmeras as suas colaborações tanto em centros de investigação do Grupo Agbar e Suez Environnement (Cetaqua, LABAQUA, Aqualogy – Software Factory, LyRE, Ondeo Systems, SAFEGE, CIRSEE, etc.) como com centros internacionais de reconhecido prestígio (Universidade de Exeter, WRC, SINTEF, KWR, LNEC, etc.).

A VISÃO da AIRCUD é seguir o caminho de inovação liderado pela Agbar-Aqualogy durante os últimos 20 anos, para transformar a gestão da drenagem urbana tradicional numa gestão avançada e inteligente. Este modelo foi implementado em importantes contextos em todo o mundo (Barcelona, Santiago de Chile, Múrcia, Alicante, Orã, etc.) e a sua relevância foi internacionalmente reconhecida (UKWIR, 2013).

Para isso, a MISSÃO da AIRCUD é desenvolver linhas de investigação de utilidade e aplicação imediata para a gestão diária da drenagem urbana, incluindo, entre outros temas, os seguintes:

  •  Gestão inteligente e eficiente das infraestruturas de drenagem (controlo em tempo real, controlo ótimo, sistemas de ajuda à decisão, gestão integrada com as ETAR, etc.).
  • Redução de impactos nos meios recetores (controlo das descargas de sistemas unitários (DSU) e cumprimento das exigências do Real Decreto 1290/2012 em matéria de gestão de descarregadores).
  • Meios de mitigação e resiliência contra as alterações climáticas.
  • Gestão avançada de inundações e sistemas de alerta precoce.
  • Técnicas de drenagem urbana sustentável e aproveitamento de águas pluviais.