Utilizamos cookies próprios e de terceiros para melhorar nossos serviços, fornecer-lhe um acesso mais rápido aos mesmos e personalizá-los através da análise de seus hábitos de navegação. Ao continuar a navegar, você aceita sua utilização. Para mais informações, consulte nossa política de cookies.

x

AQUAPREDAQUAPRED

É comum cometer o erro de considerar o hidrômetro uma caixa registadora, e consequentemente uma despesa, quando na realidade é um dos investimentos mais importantes. Com a gestão correta do parque de hidrômetros pode permitir otimizar lucros, tanto com a adequada planificação de renovação de hidrômetros, como com a detecção de fraudes e manipulações.
Aquapred analisa a informação comercial disponível para identificar clientes com consumos irregulares que levem a possíveis falhas do medidor, casos de fraude, ou anomalias na informação disponível desse cliente.

Aquapred é um serviço baseado em um sistema para a detecção precoce de clientes com consumo irregular que utiliza metodologias estatísticas e de inteligência virtual para poupar em custos e maximizar a eficácia das atividades de campo (inspeções), aumentado assim as receitas do faturamento de água das empresas.
O Aquapred proporciona uma lista de inspeções a serem realizados nos fornecimentos que apresentem anomalias nos padrões de comportamento. Desta maneira, são feitas inspeções nos fornecimentos com maior probabilidade de irregularidades. No que diz respeito aos casos de fraude, chega-se a detectar até seis vezes mais casos do que com métodos convencionais para uma mesma carga de trabalho.

 

 

SERVIÇO AGUAS ANDINAS

O serviço Aquapred é prestado às Aguas Andinas desde 2012.
Aguas Andinas é a empresa de saneamento do Chile que abastece, aproximadamente, 1,7 milhões de clientes. Ao longo do serviço realizaram-se 88.000 inspeções, das quais 12.700 indicaram consumos irregulares sem justificação, o que equivale a uma taxa de sucesso de 14,5%.

Piloto Aigües de Barcelona

Na Aigües de Barcelona realizou-se um piloto teste do Aquapred em 2013, onde realizaram 68 inspeções propostas pelo Aquapred, das quais 15 indicaram consumos irregulares, o que equivale a uma taxa de sucesso de 21%.